domingo, novembro 02, 2008

De W. Buffett para Lula.

A noticia da queda de 0,3% do PIB Americano abre as portas para que a tão temida recessão seja tecnicamente confirmada. (Lembrando que para que um país esteja tecnicamente em recessão são necessários dos trimestres consecutivos de queda no PIB).

Para conseguir avaliar o impacto da queda do PIB Americano e da crise mundial na economia Brasileira, deveremos ficar de olho nos seguintes indicadores econômicos: Balança Comercial, Venda
s no Varejo, Inflação, Produção Industrial, Taxa de Cambio, Taxa de Juros, Índice de Inadimplência, Mercado de Trabalho. Além de indicadores como a Taxa de Investimento (em % do PIB)...

Não há dúvidas que o impacto na Bovespa assume (por parte dos investidores) que a crise será profunda e duradoura. Isto deixou uma longa e extensa lista de oportunidades, com o preço das ações das empresas em valores bastante deprimidos. Claro, o fato de hoje estarem deprimidos não significa que amanha não estarão mais.


O quadro abaixo exemplifica como o valor de mercado das empresas da Plantação está em sua maioria desfasados dos ativos que a empresa possui. Algo que há muito tempo não acontecia. A última vez que tivemos um cenário similar foi em 1998 com a crise da desvalorização do Real (Setembro 98).

Sendo radical, em muitos casos seria muito lucrativo comprar a empresa pelo seu valor de mercado e vender depois todos seus ativos. Não é estranho?

Como já falei, continuo acreditando fortemente que esta é: Época de Compras.

Terça-feira teremos eleições nos Estados Unidos, com grandes chances de que vença Barack Obama. (Esta semana as atenções estarão focadas aqui).

Resulta interessante apreciar como o o Presidente Lula segue (ou tenta seguir) os conselhos de W. Buffett. (será que existiu troca de emails?)
Quando Lula anunciou nesta semana que o Governo Brasileiro poderia adquirir ações de bancos em dificuldades (sem esclarecer quais bancos são esses?), no mínimo ele estava seguindo o ultradifundido conselho de Buffett, de Comprar quando Todos Vendem, e Vender quando Todos Compram.
A autorização (através de MP) para que o BB e a Caixa comprem bancos é uma estratégia, por parte do Governo, que visa mais espantar temores que obter ganhos.

Não seria também muito bem recebido pelo mercado e pelo resto dos Brasileiros a possibilidade de aumentar investimentos em Educação e Saúde? Isso sim é investimento de longo prazo!

Boa Semana, Bons Negócios.



5 comentários:

Anônimo disse...

o pib americano CAIU 0,3%

é diferente de SER IGUAL a 0,3%


abs

Anônimo disse...

É um absurdo a relação feita de valor de mercado e ativos totais, nunca vi besteira maior. De que adianta o valor de mercado ser 1 milhão; o dos ativos 1 bilhão; (para ti já seria investimento certo...) e dívidas de 10 bilhoes?
É impossivel analisar apenas ativos, empresas não quebram por não terem ativos, mas sim por passivos em excesso.

Stock Buster disse...

Estimado "Anônimo",

Acho que você não entendeu muito bem a mensagem da postagem.
o Ativo de uma empresa (todo o que a empresa possui e devem para ela), de forma alguma é um indicador de compra (mesmo que comparado com o valor de mercado), é sim um indicador (que pelo visto você não gosta).

O passivo das empresas (todo o que a empresa deve), é outro indicador.

Se voce acompanha este blog, deverá ter percebido que "nunca" a avaliação de um único indicador é motivo de Compra ou Venda.

Caso você não tenha percebido, acredito que agora esteja um pouco mais claro.

Agradeço sua colaboração.

Stock Buster.

Randall disse...

Ola, acompanho o blog a um bom tempo desde que iniciei meus estudos para começar a investir na Bovespa.
Gostaria de saber se poderia indicar um bom livro em portugues sobre Valuation para iniciantes =D

Stock Buster disse...

Randal,

Gosto muito do livro de Alexandre Povoa, Valuation Precificando Açoes.

mantemos contato,
stock buster