domingo, setembro 28, 2008

U$700 Bilhões, Não São o Bastante?!

Enquanto escrevo esta postagem os legisladores do Congresso Americano anunciam que este tudo certo o acordo para aprovar o multibilionário e histórico pacote de Paulson-Bernanke. Na segunda-feira vota o Congresso e na quarta-feira vota o Senado.
Assim, carimbaram o cheque... E pronto.

Pronto?
Mais ou menos... Em realidade existem muitas duvidas ainda, embora exista um consenso sobre a necessidade de criar esse fundo para comprar os títulos podres em poder dos bancos.
A questão central é como gastar esse dinheiro?
O dinheiro estará, em breve, disponível para que o Governo Americano, através de Paulson-Bernanke e suas equipes, iniciem a compra. Mas não esta claro qual deve ser o preço que o governo deve pagar por esses títulos.

Se eles pagam um valor muito baixo (<= 30% do valor original), que garanta um bom retorno para os contribuintes Americanos que no final das contas são quem estão por enquanto pagando o pato, os bancos deveram contabilizar grandes perdas o que não vai ajudar devolver a confiança aos mercados. Em definitiva a crise não será diluída, o dinheiro terá ido embora e o final da historia será uma longa e penosa recessão com viés de débâcle.
Por outro lado, se pagam um valor maior (>= 50% do valor original), vai ajudar aos bancos, mas dificilmente obterá algum retorno para os contribuintes e, pior, como os títulos foram comprados nesse patamar, dificilmente outros fundos (de hedge, etc) se interessem por compra-los. E é interesse de Paulson-Bernanke que os títulos sejam negociados através do mercado no futuro, isto é o Governo pretende vender os títulos para alguém...

Para que fique claro, quando se fala de valor original (ou valor de face), significa que se, por exemplo, um título “podre” foi emitido num valor de U$100 (e este seu valor original ou de face). Comprar o título por 30% do valor original significa pagar U$30 por este titulo “podre”.

Em resumo, mesmo com o dinheiro do fundo aprovado, ainda o mercado irá ficar de olho em como esse dinheiro é aplicado na recompra de títulos “podres”, que hoje cheiram mal (diria que são hediondos), mas no futuro: quem sabe?

No meio do tremor, do olho do furacão, do pânico generalizado, quem dá aula é nosso caro mestre Warren Buffett.

Warren comprou ações preferências do Goldman Sach (NYSE: GS) por um total de U$5 Bilhões. Estas ações pagam dividendos de 10%, e ainda ele possui o direito de adquirir outros U$5 Bilhões em ações durante os próximos 5 anos; o valor de exercício de esta opção é de U$115 por ação. Nada mal para nosso amigo Buffett!

É óbvio e evidente que não podemos investir como W. Buffett. Não em termos de volume. Mas podemos sim, e na minha humilde opinião: devemos, seguir uma estratégia similar.

Tenho absoluta certeza que na lista de ações das empresas que você acompanha existe hoje a possibilidade de adquirir ações com enormes descontos.
Não estou dizendo que as ações vão disparar no próximo mês ou no próximo trimestre. Estou dizendo que se sua estratégia é a de montar sua Plantação com um horizonte de 5 ou 10 anos (como é o meu), sem dúvida alguma estamos no meio de uma grande oportunidade.

Minha última pergunta é: É o bastante para você?


Boa Semana, Bons Negócios.

(Fontes: ft.com; WSJ.com; estadao.com.br; blog de Krugman; The Economist)

6 comentários:

Gui Rodrigues disse...

"Once burned, twice shy"... o ditado popular americano equivale ao nosso "gato escaldado tem medo de água fria"... Que assumiria, na atualidade, o seguinte sentido: "faltou coragem pra entrar agora? azar o seu"...

Realmente não tem sentido comprar no mês do investment grade achando que estava fazendo um bom negócio e não comprar agora, temendo novas quedas - ou melhor, assim quero crer :o)

Eu não sei se isso significa maturidade, ou se é indício de idiotice, mas eu estou ligando pouco pras quedas. Tudo o que eu quero é receber meu pagamento logo pra aproveitar as ofertas desse shopping pra marmanjos, chamado BOVESPA MALL.

Abraço Stock!
Seu blog é um serviço à comunidade!

Stock Buster disse...

Caro Gui Rodrigues, obrigado pelo seu comentário!
Acredito que o blog nao seja para tanto...

Em relação a sua estratégia de compra, tenha absoluta certeza, que estamos no mesmo barco e na mesma direção.

sucesso,
mantemos contato,
Stock Buster.,

Anônimo disse...

so tem um problema nisto.
se cairmos com as quedas 50% somente 100% de retorno pra voltar a situaçãoi inicial

snail

Gui Rodrigues disse...

Analise o problema sob outra perspectiva: depois de uma queda de 50%, basta que a cotação retorne ao seu patamar original para se auferir lucro de 100%...
O que acontece é que costumamos confundir a lógica da renda fixa com a lógica da renda variável. O que você disse se aplica à renda fixa, mas não à renda variável.
Esse é o meu ponto de vista.

Stock Buster disse...

Caro Gui Rodrigues,
Me desculpe mais nao entendi bem sua colocação. Pode ter certeza que nao estou confundindo R.F com Renda Variavel...
Incluissive entendo que concordamos em que a oportunidade atual (de compra) é muito boa. Independentemente dos ganhos/perdas auferidos no portfolio devido a crise.

mantemos contato,
Stock Buster.

Gui Rodrigues disse...

Desculpa pela confusão... no meu comentário anterior, eu me dirigia ao anônimo/snail, quando ele disse: "se cairmos com as quedas 50% somente 100% de retorno pra voltar a situaçãoi inicial".

Abraços!