sábado, junho 03, 2006

As intermitências do mercado.

No dia seguinte todo mundo começou a vender suas ações.

Os investidores acharam que o futuro estava ficando mais complicado. A taxa americana poderia subir mais da conta para tentar controlar a inflação. O Copom iria modificar ou até suspender o ritmo de diminuição da taxa Selic. A revalorização do real era inevitável e o Dólar poderia facilmente cair a níveis inferiores aos 2r$, prejudicando as empresas exportadoras e a economia como um todo. Ou, subir rapidamente para 2,6r$ beneficiando as exportações brasileiras, mas aumentando o risco país e a possibilidade das empresas financiar-se a juros mais baixos.

Ante este panorama os estrangeiros (que representam perto do 30%) foram os primeiros em começar a vender. Sendo assim a Bovespa despencou de seu ultimo máximo de 41.979 (9/5) para um mínimo de 35.792 (24/5). (-17%).

Esse dia aproveitando os grandes descontos oferecidos no preço de muitas empresas, alguns investidores começaram a comprar novamente. Na ultima sexta feira (2/6) o índice Bovespa fechou a 37.942 pontos.


Como o mercado esta “flutuando” excessivamente, acho que é um momento oportuno para abordar as duas formas possíveis de aproveitar estas “flutuações”:

  1. A abordagem do Timing: Na qual o investidor se foca em antecipar os movimentos do mercado de ações (* ideal para especuladores que acreditam poder prever com exactitude os movimentos do mercado);
  2. A abordagem do Preço: Na qual o investidor vai comprar ações quando estas se encontrem abaixo de seu valor justo e vender-las quando elas estejam muito acima desse valor.(* ideal para investidores).

O mercado continua ainda com muitas duvidas. Por lá, o foco esta com Bem Bernanke e o que ele irá fazer com a taxa de juros americanos. Por aqui, a flutuação do cambio amorteceu muito bem o estrago que a mini crisis de Maio poderia ter causado na economia real. A inflação esta aparentemente baixo control (ignorando que o dolar pulou de 2,06 para 2,37) e o Copom voltou a baixar a taxa Selic (15,25% ao ano).

O panorama macroeconômico continua nebuloso...

A lição aprendida (ou repetida), durante o mês de Maio, é aquela que todo mundo sempre fala, mas poucos aplicam na pratica. Comprar na Baixa e Vender na Alta.

Logicamente “Comprar na Baixa” esta associado com, algumas vezes, suportar que o preço de uma ação continue caindo, já que é difícil saber quando a ação esta no seu mínimo preço. Mas se sabe aguardar o Investidor pode aproveitar as flutuações no lugar de ficar preocupado.

O mais importante de tudo é lembrar que o mercado por natureza flutua. Procurar aproveitar essas flutuações positivamente e o melhor que um investidor pode fazer.

Os especuladores... Os especuladores já sabem...

No dia seguinte todo mundo começou vender suas ações.

2 comentários:

Investidora Blink disse...

Sr. Buster,
A medida que aprendemos com a pequena crise de maio acredito ser interessante também nos prepararmos para as crises de junho, julho, agosto ... quando as eleições se aproximam e também a copa. Os economistas estão dizendo que nada muda. Seja qual for o próximo presidente ou o Brasil hexa campeão. Mas... economistas são sempre economistas e futebol é só futebol. O que êles fazem são somente previsões e... previsões são sempre previsões. Os economistas não dizem nada sobre o Brasil nas finais.Talvez porque sejam economistas e não comentaristas esportivo. Será que a copa pode exercer alguma influência no mercado financeiro? Seja o que for meu blink me leva a acreditar que é um bom momento para investir. Os preços estão para os meus patamares blinks adequados.
Até a próxima...
Investidora Blink.

Stock Miner disse...

Concordo com a Blink.
Na minha opinião, este é o momento, porque o mercado é formado por seres humanos. E seres humanos (principalmente os brasileiros) são motivados por uma paixão chamada futebol. Eu acredito em uma euforia de mercado na época da copa, como aquela que existe nos finais de ano. Não para aproveitar o aumento dos preços, mas para achar o timing de compra (hoje!!)
Keep Mining!
Stock Miner